MESTEROLONA





AVISO SOBRE O ÍNDICE:Esta página fornece informações para esclarecer algumas questões básicas sobre esse ingrediente ativo, medicina, patologia, substâncias ou produtos. Não é exaustivae, portanto, não expõe todas as informações disponíveis não substitui a informação que pode fornecer seu médico.Como a maioria dos medicamentos têm riscos e benefícios. Quaisquer questões adicionais sobre este ou outros medicamentos deve conversando com o seu médico que serve. – Para consultar a literatura clic aquí

MESTEROLONA Ações terapêuticas.

Andrógeno.

 

MESTEROLONA Propriedades.

A mesterolona causa aumento da eliminação de 17-cetosteróides e, diferentemente do que ocorre com a testosterona, não é metabolizada, dando origem a estrógenos no homem. Sua eliminação é feita principalmente pela via urinária e apenas uma pequena parte pelas fezes.

 

MESTEROLONA Indicações.

Coadjuvante no tratamento do declínio da atividade física e da agilidade mental em homens de idade avançada ou mediana, transtornos da potência viril, infertilidade masculina, hipogonadismo. Observações: não é conveniente administrar andrógenos com a finalidade de estimular a formação muscular ou aumentar o rendimento físico em indivíduos sadios.

 

MESTEROLONA Posologia.

No declínio da atividade física e da agilidade mental no homem de idade avançada ou mediana, transtornos da potência. Dose inicial: 25mg, três vezes ao dia. Ao ser conseguida uma melhora satisfatória pode-se tentar uma redução da dose. Doses de manutenção: 25mg, uma ou duas vezes ao dia. Conforme o tipo e a severidade dos distúrbios ou transtornos, esta dose de manutenção deve ser adaptada às necessidades individuais. Hipogonadismo: dose inicial: 25mg a 50mg, três vezes ao dia durante vários meses. Dose de manutenção: 25mg, duas a três vezes ao dia. Infertilidade: 25mg, duas ou três vezes ao dia durante um ciclo espermatogênico completo (aproximadamente 90 dias). Em alguns pacientes convém repetir o tratamento após um descanso de várias semanas.Elevações da concentração de frutose no sêmen (insuficiência pós-pubertal das células de Leydig): 25mg, duas vezes ao dia durante vários meses.

 

MESTEROLONA Superdosagem.

Mesmo na ingestão acidental de quantidades múltiplas das doses terapêuticas, não há risco de intoxicação.

 

MESTEROLONA Reações adversas.

Ereções freqüentes ou muito prolongadas.

 

MESTEROLONA  Precauções.

Recomenda-se realizar controles da próstata durante o tratamento. Até o momento, a administração durante períodos prolongados de tempo não forneceu dados a respeito de efeitos carcinogênicos no homem. Aconselha-se realizar controles periódicos dos pacientes, pois durante o tratamento observaram-se, em algumas ocasiões, alterações hepáticas benignas e, mais raramente, malignas, as quais em casos isolados podem ser causa de hemorragias com risco para a vida do paciente.

 

MESTEROLONA Interações.

Até o momento não se conhece nenhuma interação.

 

MESTEROLONA Contraindicações.

Carcinoma de próstata, tumores hepáticas atuais ou antecedentes a estes.



  • ciclo mesterolona
  • para que serve mesterolona
  • mesterolona 25mg
  • mesterolona

  • mesterolona ciclo
  • novedades android
Comparte esta nota:

Comentarios:

Loading Facebook Comments ...
Deja tu comentario
Tu Comentario