CLODRÔNICO, ÁCIDO





AVISO SOBRE O ÍNDICE:Esta página fornece informações para esclarecer algumas questões básicas sobre esse ingrediente ativo, medicina, patologia, substâncias ou produtos. Não é exaustivae, portanto, não expõe todas as informações disponíveis não substitui a informação que pode fornecer seu médico.Como a maioria dos medicamentos têm riscos e benefícios. Quaisquer questões adicionais sobre este ou outros medicamentos deve conversando com o seu médico que serve. – Para consultar a literatura clic aquí

CLODRÔNICO, ÁCIDO Ações terapêuticas.

Protetor ósseo.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Propriedades.

Pertence à família dos bifosfonatos, substâncias que têm afinidade com o tecido ósseo, em particular com os cristais de fosfato de cálcio. Complexa-se com a hidroxiapatita, originando uma nova estrutura cristalina, que inibe a dissolução dos cristais. Em pacientes com metástases ósseas, o tratamento com ácido clodrônico não só diminui mas também leva à interrupção da degeneração óssea, resultando em menor risco de incidência de novas metástases. As concentrações do ácido clodrônico que inibem a osteólise não interferem na mineralização do tecido ósseo.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Indicações.

Metástase óssea de tumores sólidos ou neoplasias hematológicas. Hipercalcemia induzida por tumores malignos com ou sem metástases ósseas.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Posologia.

Via oral: 1,6 a 3,2g/dia. Via parenteral: 300mg/dia, em infusão superior nunca inferior a duas horas.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Superdosagem.

Até o presente não há relatos; entretanto náuseas e vômitos, caso apareçam, devem receber tratamento sintomático. A hipocalcemia deve ser corrigida com alimentos ricos em cálcio ou com cálcio parenteral.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Reações adversas.

Náuseas e diarréia. Reações de hipersensibilidade cutânea. Hipocalcemia. Proteinúria passageira (após a administração). Deterioração aguda da função renal. Alterações de parâmetros bioquímicos (reversíveis): redução da fosfatemia, elevação da fosfatase alcalina, da HDL (lipoproteína de alta densidade) e do hormônio paratireoidiano.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Precauções.

Devem ser realizados controles periódicos do funcionamento hepático, renal e do nível sérico de fosfato. Monitorar a calcemia, em intervalos menores que quatro semanas. Caso seja detectada hipocalcemia ou comprometimento da função renal, o tratamento deve ser suspenso.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Interações.

Alimentos com elevado teor de cálcio, ferro e magnésio e antiácidos diminuem a absorção do fármaco.

CLODRÔNICO, ÁCIDO Contraindicações.

Hipersensibilidade ao fármaco. Insuficiência renal. Inflamações agudas do trato gastrintestinal. Gravidez. Lactação.



Comentarios:

Loading Facebook Comments ...
Deja tu comentario
Tu Comentario