CEFTIBUTENO





AVISO SOBRE O ÍNDICE:Esta página fornece informações para esclarecer algumas questões básicas sobre esse ingrediente ativo, medicina, patologia, substâncias ou produtos. Não é exaustivae, portanto, não expõe todas as informações disponíveis não substitui a informação que pode fornecer seu médico.Como a maioria dos medicamentos têm riscos e benefícios. Quaisquer questões adicionais sobre este ou outros medicamentos deve conversando com o seu médico que serve. – Para consultar a literatura clic aquí

CEFTIBUTENO Ações terapêuticas.

Antibiótico.

CEFTIBUTENO Propriedades.

A ceftibutena é uma cefalosporina semi-sintética de terceira geração.

CEFTIBUTENO Indicações.

Processos infecciosos produzidos por germes sensíveis às cefalosporinas. Infecções do trato urinário não-complicadas causadas por Escherichia coli e Proteus mirabilis. Otite média causada por Haemophilus influenzae (cadeias betalactamase positivas e negativas), Moraxella (Branhamella) catarrhalis e Streptococcus pyogenes. Faringite e amigdalite causadas por Streptococcus pyogenes. Bronquite aguda e exacerbações agudas das bronquites crônicas causadas por Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae (cadeias betalactamase positivas e negativas).

CEFTIBUTENO Posologia.

Como outros antibióticos orais, a duração do tratamento, em geral, oscila entre 5 e 10 dias. No tratamento de infecções devidas a Streptococcus pyogenes a dose terapêutica deve ser administrada por, pelo menos, 10 dias. Adultos: no tratamento da sinusite bacteriana aguda, da bronquite aguda, das exacerbações agudas da bronquite crônica e das infecções urinárias complicadas ou não, o composto pode ser administrado em doses de 400mg 1 vez ao dia. No tratamento da pneumonia adquirida na comunidade, em pacientes ambulatoriais considerados aptos para tratamento oral, a dose recomendada é de 200mg a cada 12 horas. Em pacientes adultos com insuficiência renal, a farmacocinética não é afetada o suficiente para requerer uma modificação da dose, exceto quando os valores da depuração de creatinina sejam inferiores a 50ml/minuto. Se a depuração de creatinina é de 49ml a 30ml/minuto, a dose diária deverá ser reduzida a 200mg. Com valores de depuração de creatinina de 5 a 29ml/minuto, a dose diária recomendada é de 100mg.Se quiser modificar a freqüência da dose, é recomendado administrar 400mg a cada 48 horas aos pacientes com uma depuração de creatinina de 30 a 49ml/minuto, e a cada 96 horas (4 dias) àqueles com depuração de creatinina de 5 a 29ml/minuto. Nos pacientes submetidos a hemodiálise 2 ou 3 vezes por semana, pode-se administrar uma única dose de 400mg ao final de cada sessão. Crianças: a dose recomendada é de 9mg/kg/dia (máximo de 400mg/dia) da suspensão oral. Esta pode ser administrada numa única dose diária no tratamento das seguintes patologias: faringite com ou sem amigdalite, otite média aguda com derrame e infecções urinárias complicadas ou não. No tratamento da enterite bacteriana aguda em crianças, a posologia total diária pode ser administrada em 2 doses divididas, de 4,5mg/kg, a cada 12 horas. As crianças com mais de 45kg de peso ou maiores de 10 anos podem receber a dose recomendada para adultos.Pode ser administrada aproximadamente de 1 a 2 horas antes ou após as refeições.

CEFTIBUTENO Reações adversas.

A maioria dos efeitos adversos é moderada e transitória e tem uma baixa incidência. As reações adversas descritas com mais freqüência foram de origem gastrintestinal, incluindo náuseas (= 3%) e cefaléia (2%). Outros efeitos adversos pouco relatados incluem dispepsia, gastrite, vômitos, dor abdominal e enjôo. Muito raramente foi informado proliferação de Clostridium difficile em associação com diarréia moderada a intensa, sem que seja necessária hospitalização. Com muito pouca freqüência foram comunicadas anormalidades em análises clínicas laboratoriais, como decréscimo da hemoglobina, leucopenia, eosinofilia e trombocitose. Também de forma muito ocasional foram relatadas elevações passageiras de SGOT, SGPT e LDH, e raramente foram consideradas associadas ao tratamento.

CEFTIBUTENO Precauções.

Podem ser necessários certos ajustes na dose em pacientes com insuficiência renal acentuada, assim como naqueles submetidos a diálise. A droga é facilmente dialisável. Os pacientes em diálise devem ser cuidadosamente observados e a administração deve ser efetuada imediatamente após a diálise. Deve ser prescrita com cautela a indivíduos com antecedentes de doença gastrintestinal complicada, particularmente colite crônica. Alergia confirmada ou suspeita às penicilinas. A administração oral junto com as refeições não interfere na eficácia da ceftibutena. Entretanto, a velocidade e o grau de absorção podem ser afetados pela administração da suspensão de ceftibutena junto com os alimentos.

CEFTIBUTENO Interações.

Não foram observadas interações químicas ou com os exames laboratoriais durante o uso de ceftibutena. Com o emprego de outras cefalosporinas existem informações de uma reação de Coombs direta falsamente positiva. Entretanto, o resultado das análises que utilizaram eritrócitos de indivíduos sãos para determinar o potencial de ceftibutena em provocar uma reação de Coombs direta in vitro não alcançaram resultados positivos com concentrações até 40mg/ml.

CEFTIBUTENO Contraindicações.

Pacientes com hipersensibilidade às penicilinas ou com alergia comprovada às cefalosporinas.



  • ceftibuteno 400
  • ceftibuteno

  • ceftibuteno tratamento
  • ceftibuteno interacoes
  • novedades android
Comparte esta nota:

Comentarios:

Loading Facebook Comments ...
Deja tu comentario
Tu Comentario