HIALURONIDASE





AVISO SOBRE O ÍNDICE:Esta página fornece informações para esclarecer algumas questões básicas sobre esse ingrediente ativo, medicina, patologia, substâncias ou produtos. Não é exaustivae, portanto, não expõe todas as informações disponíveis não substitui a informação que pode fornecer seu médico.Como a maioria dos medicamentos têm riscos e benefícios. Quaisquer questões adicionais sobre este ou outros medicamentos deve conversando com o seu médico que serve. – Para consultar a literatura clic aquí

HIALURONIDASE Ações terapêuticas.

Difusor tissular.

 

HIALURONIDASE Propriedades.

A hialuronidase é uma enzima, geralmente extraída de testículo bovino, capaz de modificar a permeabilidade do tecido conjuntivo mediante a hidrólise do ácido hialurônico. Sua ação diminui a viscosidade do cimento intercelular e promove a difusão dos líquidos injetados ou dos exsudados e transudados localizados, o qual facilita sua absorção. É antigênica, razão pela qual a inoculação repetida pode levar ao desenvolvimento de anticorpos. O tempo transcorrido até o restabelecimento da permeabilidade original do tecido é proporcional à quantidade de enzima administrada, embora, em doses clínicas, geralmente é restabelecida em 48 horas. A administração de hialuronidase não interfere na reparação do osso.

 

HIALURONIDASE Indicações.

Coadjuvante na absorção de dispersões ou de outros fármacos injetados. Para hipodermóclise. Coadjuvante na urografia subcutânea, para melhorar a ressorção do agente radiopaco.

 

HIALURONIDASE Posologia.

Hipodermóclise: uma vez que a agulha está colocada, antes do início da clise injetam-se 150U (unidades), que são suficientes para facilitar a absorção de mais de 1.000ml; podem ser adicionados 150U a volumes pequenos (até 200ml) de soluções para clise. Antes de misturar hialuronidase com outros fármacos deve-se verificar a compatibilidade. Urografia subcutânea: injetar 75U de hialuronidase antes do início da administração do rádiopaco.

 

HIALURONIDASE Superdosagem.

A superdose provoca edema local, urticária, eritema, calafrios, vômitos, tonturas, taquicardia e hipotensão. O tratamento é de suporte; deve-se dispor de anti-histamínicos, corticóides e adrenalina.

 

HIALURONIDASE Reações adversas.

Raramente urticária e reação anafilactóide.

 

HIALURONIDASE Precauções.

Por não existirem ensaios adequados, recomenda-se não utilizar em mulheres grávidas a menos que o benefício para a mãe supere o risco potencial para o feto. A lactação deve ser suspensa.

 

HIALURONIDASE Interações.

Anestésicos locais: acelera o início da anestesia e evita a inflamação, mas reduz a duração do efeito anestésico.

 

HIALURONIDASE Contraindicações.

Hipersensibilidade à hialuronidase: deve ser efetuado um teste prévio. Não injetar nas proximidades de uma área infetada ou inflamada, nem perto de tecidos cancerosos comprovados ou suspeitos.



  • hialuronidase
  • hialuronidase creme para que serve
  • para que serve hialuronidase
  • hialuronidase para que serve

  • enzima do testiculo do boi
  • novedades android
Comparte esta nota:

Comentarios:

Loading Facebook Comments ...
Deja tu comentario
Tu Comentario