DESONIDA





AVISO SOBRE O ÍNDICE:Esta página fornece informações para esclarecer algumas questões básicas sobre esse ingrediente ativo, medicina, patologia, substâncias ou produtos. Não é exaustivae, portanto, não expõe todas as informações disponíveis não substitui a informação que pode fornecer seu médico.Como a maioria dos medicamentos têm riscos e benefícios. Quaisquer questões adicionais sobre este ou outros medicamentos deve conversando com o seu médico que serve. – Para consultar a literatura clic aquí-

DESONIDA Ações terapêuticas.

Corticosteróide tópico.

DESONIDA Propriedades.

É um corticóide de uso tópico que desenvolve ações antiinflamatórias, antipruriginosas e vasoconstritoras. A absorção percutânea da desonida aumenta com a falta de integridade da barreira epitelial e é influenciada pelo tipo de veículo e pelo uso de vendas oclusivas. Sua ação depende da difusão do fármaco através das membranas celulares até o citosol, onde forma complexos com receptores citoplasmáticos específicos; esses complexos penetram no núcleo da célula, ligam-se ao DNA (cromatina) e estimulam a transcrição do mRNA e a posterior síntese de várias enzimas que são responsáveis pelos efeitos dos corticosteróides sistêmicos. Mesmo assim, esses agentes podem suprimir a transcrição do mRNA em algumas células (por exemplo, linfócitos).Diminui ou previne as respostas do tecido aos processos inflamatórios, reduzindo os sintomas da inflamação sem tratar a causa subjacente; inibe o acúmulo de células inflamatórias, inclusive macrófagos e leucócitos nas regiões de inflamação. Também inibe a fagocitose, a liberação de enzimas lisossômicas e a síntese e liberação de diversos mediadores químicos da inflamação. Os mecanismos da ação imunossupressora não são completamente conhecidos, mas podem incluir a supressão ou prevenção das reações imunes mediadas por células (hipersensibilidade retardada) assim como ações mais específicas que afetem a resposta imune. A maior parte do fármaco é metabolizada principalmente no fígado a metabólitos inativos; tanto o fármaco como os metabólitos são excretados pela urina.

DESONIDA Indicações.

Dermatite, dermatose, eczemas, dermatite de contato, pruridos, psoríase, lúpus eritematoso discóide, otites externas alérgicas.

DESONIDA Superdosagem.

Supressão reversível do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal.

DESONIDA Modo de usar.

Aplicar localmente uma fina camada na região afetada, repetir duas ou três vezes por dia (apresentação em creme, loção, gel ou pomada geralmente a 0,05%) em adultos. Uma venda oclusiva (película plástica) pode ser utilizada para manejar psoríase e outras patologias recalcitrantes; se uma infecção se desenvolver, deve-se suspender o uso de vendas oclusivas e deve ser aplicada uma terapia antimicrobiana adequada.

DESONIDA Reações adversas.

Podem ocorrer reações locais, sensações de calor, coceira, irritação, secura, foliculite, hipertricose, erupções acneiformes, hipopigmentação, dermatite perioral, dermatite alérgica de contato, maceração da pele, infecção secundária, atrofia da pele e estrias.

DESONIDA Precauções.

A absorção sistêmica dos corticóides tópicos pode causar supressão reversível do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, manifestações da síndrome de Cushing, hiperglicemia e glicosúria em alguns pacientes. A aplicação prolongada, em regiões amplas, e as vendas oclusivas favorecem o incremento da absorção sistêmica. Recomenda-se não aplicar em criança de menos de dois anos. O tratamento crônico em crianças pode interferir no crescimento e desenvolvimento. O uso durante a gravidez deve ser restringido a um curto prazo e a pequenas áreas da pele.

DESONIDA Contraindicações.

Hipersensibilidade à desonida.



  • desonida pomada
  • desonida para que serve

  • desonida pomada para que serve
  • pomada desonida para que serve
  • para que serve a pomada desonida
  • novedades android
Comparte esta nota:

Comentarios:

Loading Facebook Comments ...
Deja tu comentario
Tu Comentario